"Os bons ideais aproximam as pessoas que olham o mundo não apenas para si, mas para todos"

9 de abril de 2011

São Jose do Rio Preto/SP é uma cidade quente e no verão isso se agrava por causa da falta de arborização. A criação de bosques e florestas ao seu redor e uma forte arborização urbana pode diminuir os temporais que sempre caem sobre a cidade.



São Jose do Rio Preto é a maior cidade sita a noroeste do Estado de São Paulo e junto com todo o planeta também está elevando a sua temperatura, mas existem causas locais e regionais que podem ser combatidas. Uma delas é a poluição da grande frota de veículos e a isso podemos somar a queima de cana de açúcar mesmo proibida no seu município, mas recebe a influencia dessa poluição, pois a cidade está encravada entre outros municípios onde a queima ainda é permitida.

E o aquecimento centralizado a torna uma ilha de calor, atraindo tempestades com fortes ventos e grandes índices pluviométricos em curto espaço de tempo. Causando enchentes muitas vezes devastadoras com mortes e perdas materiais.

Mesmo sendo uma das cidades mais arborizadas do estado de São Paulo, aumentar ostensivamente a sua arborização é uma solução possível para resolver o problema do seu aquecimento. Formando corredores arborizados nas avenidas e destinando áreas na periferia para formação de bosques ou pequenas florestas.

Um exemplo incontestável é a cidade de Belém do Pará-cidade das mangueiras que é densamente arborizada com mangueiras, por isso é conhecida como Cidade das Mangueiras, essas arvores conseguem reduzir o calor no verão em até 4 graus no centro da daquela cidade.

O resfriamento de uma cidade repele ou diminui as pesadas nuvens de chuvas por um simples razão: quando somos atingidos pelas frentes frias ela atua com mais violência nas regiões mais quentes, um fenômeno por causa da equação entre a densidade do clima frio X clima quente. Pois o ar mais quente é de pouca densidade e não oferece resistência a força das frentes frias. Porque os balões que são inflados com ar quente sobem mais com o clima frio?

Assim uma cidade como São Jose do Rio Preto que já é uma ilha de calor se torna como se fosse uma foz de um rio. Um ponto ideal para despejar toda a agua dos temporais naquela única região onde a temperatura está mais elevada, portando com baixa resistência atmosférica incapaz de barrar a violência dos temporais.

Concluindo as autoridades das grandes cidades devem urgentemente arborizar suas cidades na tentativa do resfriamento do calor localizado evitando essas ilhas de calor, que quase certo é a principal causa das grandes tempestades localizadas exatamente sobre essas cidades.

E São José do Rio Preto/SP como uma cidade quente não deixa de ser um exemplo da minha teoria.

Vamos resfriar São Jose do Rio Preto/SP, alem de transformá-la numa cidade de clima agradável provavelmente irá diminuir bastantes à quantidade de agua das chuvas que despejam sobre essa bela cidade. Livrando o município das vultosas despesas por causa dos danos das tempestades que vem aumentando.

“A humanidade deve conscientizar que a vida está alicerçada nas florestas, portanto devemos respeitar e amar cada pé de arvore.”


Postar um comentário